Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Usando blockchain para prevenir fraudes em telecom

4 min de leitura
Patrocinado
Imagem de: Usando blockchain para prevenir fraudes em telecom
Avatar do autor

Por Equipe TecMundo

@tec_mundo

Por: Sandhya Nayak, Amandeep Singh, Janki Vora, Luca Marchi, Mathews Thomas, Mike Alexander, Sharath Prasad e Utpal Mangla.

Atualizado em: 8 de outubro de 2019 | 18 de setembro de 2018.

Resumo

Os provedores de serviços de comunicação (CSPs) frequentemente encontram problemas relacionados a assinantes em redes móveis de CSP e nem sempre têm uma visibilidade clara das atividades de seus assinantes nessas redes. A reconciliação de pagamentos para clientes móveis leva tempo e requer a intermediação de câmaras de compensação terceirizadas com os custos associados. A detecção e prevenção de fraudes continuam sendo questões relevantes para a maioria dos CSPs, custando mais de 38 bilhões de dólares anualmente. Assinantes fraudulentos podem acessar uma rede CSP doméstica enquanto clonam a identidade do assinante móvel. O Blockchain leva esses CSPs para uma única rede Hyperledger Fabric de blockchain, permitindo a troca direta de informações com transações imutáveis e executadas com base em um modelo de consenso que usa regras de contrato inteligentes. Isso melhora a visibilidade do CSP no assinante, permite uma reconciliação rápida de pagamentos e reduz transações fraudulentas.

Esse padrão de desenvolvedor mostra como configurar um aplicativo móvel de telecomunicações com contratos inteligentes que governam as transações realizadas pelo SubscriberSims, que pode se mover pelas áreas de cobertura de vários CSPs; esses CSPs podem atuar como operadores domésticos ou parceiros de roaming do SubscriberSims para rastrear as atividades dos usuários móveis na rede.

Descrição

Essa rede comercial inclui:

  • SubscriberSims, que representa um único Número de Diretório Internacional de Assinantes de estação móvel. Em outras palavras, cada SubscriberSim representa um número de celular;
  • CSPs, que atuam como o operador doméstico ou o parceiro de roaming do SubscriberSim.

IBM

Há quatro cenários cobertos neste padrão de código:

  • Identificação de assinante móvel - Um SubscriberSim se move para um novo local que não faz parte de sua rede doméstica. Ele está presente na rede do parceiro de roaming usando a função de descoberta, autenticado como um usuário válido, usando a função de autenticação e suas taxas de chamada são atualizadas usando a função updateRate.
  • Faturamento de assinante móvel - Depois de autorizado, o SubscriberSim pode usar a rede do parceiro móvel para iniciar uma chamada. As funções callOut e callEnd podem ser usadas para iniciar e finalizar a chamada. As cobranças pelo uso da rede são registradas instantaneamente entre a operadora doméstica e o parceiro de roaming com base em seu contrato, conforme definido no contrato inteligente. A função callPay é executada para calcular os encargos da chamada.
  • Identificação de fraude - Um SubscriberSim fraudulento (com o mesmo MSISDN de um SubscriberSim existente) é adicionado. A função de autenticação identifica o usuário como fraudulento e marca o SubscriberSim com isValid = Fraude no registro. Isso evita que o assinante fraudulento inicie qualquer chamada.
  • Gerenciamento de excedente - um assinante móvel inicia uma chamada e a função callOut é executada. O contrato inteligente reconhece que o assinante está potencialmente atingindo o limite de excedente. O operador notifica o assinante sobre o alcance do limite excedente e especifica as possíveis alterações tarifárias. Solicita-se ao assinante que aceite ou negue as novas cobranças, a resposta do assinante é registrada no razão e chamadas futuras (incluindo esta) são iniciadas ou negadas com base em se o assinante aceitou ou negou as cobranças excedentes. Se o assinante de roaming aceitar as cobranças, todas as chamadas futuras (incluindo esta) farão uso do overageRate para calcular as tarifas de chamadas em vez do roamingRate.

O valor comercial para os clientes é o seguinte:

  • Disparo automático de um contrato entre o operador doméstico e os parceiros de roaming, aplicando contratos automaticamente

  • Resolução de encargos quase instantânea, eliminando processos dispendiosos de terceiros, como câmaras de compensação

  • Equipar o repositório com transações verificáveis entre operadores para resolver disputas

  • Gerenciamento eficaz de identidades nos CSPs para reduzir a fraude de roaming e assinatura

  • Alerta em tempo real de problemas excedentes de dados e chamadas entre partes, resultando em maior satisfação do cliente

Fluxo

IBM

  • 1. O operador de blockchain clona o repositório GitHub para obter o blockchain para roaming de telecomunicações usando o contrato inteligente da IBM Blockchain Platform.

  • 2. O operador de blockchain usa o IBM Blockchain Platform Extension for VS Code para empacotar o contrato inteligente.

  • 3. O operador blockchain configura e lança o serviço IBM Blockchain Platform.

  • 4. A IBM Blockchain Platform permite a criação de uma rede Hyperledger Fabric em um serviço IBM Kubernetes, permitindo a instalação e instanciação da blockchain para roaming de telecomunicações, usando o contrato inteligente da IBM Blockchain Platform na rede.

  • 5. O usuário pode interagir com o contrato inteligente e executar scripts Node.js. (como moveSim.js, callOut.js e callEnd.js) que usam o SDK do Hyperledger Fabric para interagir com a rede implementada no IBM Blockchain Platform e emitir transações

Instruções

Pronto para começar? Confira o LEIA-ME para obter detalhes passo a passo sobre:

  • 1. Clonando o repositório

  • 2. Empacotando o contrato inteligente

  • 3. Criando serviços IBM Cloud

  • 4. Construindo uma rede

  • 5. Implementando blockchain para roaming de telecomunicações usando o contrato inteligente da IBM Blockchain Platform na rede

  • 6. Conectando o aplicativo à rede

  • 7. Rodando o aplicativo

...

Quer ler mais conteúdo especializado de programação? Conheça a IBM Blue Profile e tenha acesso a matérias exclusivas, novas jornadas de conhecimento e testes personalizados. Confira agora mesmo, consiga as badges e dê um upgrade na sua carreira!

Categorias


Comentários

Conteúdo disponível somente online
Usando blockchain para prevenir fraudes em telecom