Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Homem é preso na China ao usar rosto de namorada morta em app bancário
Avatar do autor

Por Nilton Kleina

@niltonkleina

1 min de leitura

Homem é preso na China ao usar rosto de namorada morta em app bancário

Um caso bizarro de homicídio foi identificado e solucionado na China graças ao uso de inteligência artificial. Segundo o jornal South China Morning Post, a polícia da província de Fujian agiu sob suspeitas de um sistema de segurança e prendeu um homem acusado de assassinar a própria namorada. O indivíduo tentava conseguir um empréstimo no nome da vítima e, para isso, utilizou uma estratégia no mínimo cruel.

O rapaz de 29 anos, identificado como Zhang, tentou liberar uma transferência em dinheiro no aplicativo Money Station usando a conta da vítima. Para isso, entretanto, ele precisava confirmar a identidade dela via reconhecimento facial. Zhang teria posicionado o rosto da namorada, já morta, de frente para a câmera, tentando enganar a tecnologia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entretanto, o sistema exigia que ela piscasse e também fizesse reconhecimento de voz para reconhecer atividade por parte do usuário — um pré-requisito comum a esse tipo de serviço, que pode pedir também para a pessoa sorrir ou abrir a boca. Ao não detectar sinais vitais e indicar que a voz pertencia a um homem, a IA comunicou a estranheza aos funcionáruios do Money Station, que analisaram as imagens e detectaram ainda ferimentos e sinais de estrangulamento na mulher.

Prisão

O serviço então contatou as autoridades, que começaram a investigação. Zhang usou o celular da namorada para se passar por ela em mensageiros, comunicando aos chefes e à família que estaria apenas "tirando férias". O rapaz foi preso enquanto tentava se livrar do corpo, em meados de abril, e agora aguarda julgamento. O casal teria brigado justamente por causa de dinheiro.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Software Apps Biometria Segurança Inteligência artificial

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Homem é preso na China ao usar rosto de namorada morta em app bancário