Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Build vazada do Android 10 “Q” mostra modo totalmente escuro da interface
Avatar do autor

Por Ramalho Lima

via nexperts

2 min de leitura

Build vazada do Android 10 “Q” mostra modo totalmente escuro da interface

Uma galera do XDA, famoso portal que reúne desenvolvedores Android de todo o mundo, colocou as mãos numa build que podemos classificar como “extremamente precoce” do Android Q. Para esmiuçá-la, eles instalaram o sistema num Pixel 3 XL.

De cara, a mudança mais perceptível (não poderia ser diferente) é o recurso de “modo totalmente escuro para a interface”. Enquanto o Android 9 Pie possui um tema escuro que só influencia na barra de notificações e no launcher, o modo escuro do Android Q age em toda a interface do sistema, incluindo o menu de configurações e o novo app gerenciador de arquivos, que permite arrumar os resultados por documentos, áudios, vídeos, imagens, entre outros. Além disso, ainda possui uma função que “força” o modo escuro em um app que, originalmente, não suporta esse esquema de cores.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O modo escuro é uma função que veio para ficar. Embora seja muito popular em sistemas baseados em Linux, apenas recentemente ele foi adotado no macOS e no Windows 10.

As configurações de privacidade continuam a ser melhoradas, permitindo maior flexibilidade de acordo com a necessidade do usuário. Outras versões do Android permitem escolher entre ligar e desligar o acesso dos apps a determinados recursos/locais do sistema. No Q foi adicionado uma opção que o usuário pode marcar, habilitando este acesso do app somente enquanto ele estiver em uso. A página que mostra os recursos permitidos ou bloqueados para cada app também está mais detalhado.

Na área de Desenvolvedor, estão presentes algumas funções que, durante o teste do XDA, não funcionaram ou estão incompletas, mas, caso sejam realmente implementadas, podem tornar o Android um SO ainda mais complexo. Podemos citar um modo que funcionaria de forma semelhante ao Samsung DeX, onde o smartphone é plugado num monitor e sua interface móvel alterna para uma interface de desktop. Outra dessas funções é um gravador de tela embutido, que dispensaria app de terceiros.

Ainda na área de Desenvolvedor, temos a volta dos apps abertos em multijanelas ajustáveis e a possibilidade de configurar o tempo de exibição de perguntas do sistema ou das notificações.

Há também uma nova opção de habilitar/desabilitar sensores e configurações extras de “SmartLock”, que permitem o celular “acordar”, mas se manter bloqueado, ou voltar a bloquear a tela no caso de o usuário abandonar um locar confiável.

Contudo, esses novos recursos deve ser vistos com cautela. O Android Q só deve ser lançado oficialmente, pela Google, no mês de agosto. Sendo assim, é possível que várias modificações sejam feitas e o SO perca (ou ganhe) novas funções.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Software Android

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Build vazada do Android 10 “Q” mostra modo totalmente escuro da interface