Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: América Latina sofre nove ciberataques por segundo, diz Kaspersky
Avatar do autor

Por Nilton Kleina

via nexperts

@niltonkleina

1 min de leitura

América Latina sofre nove ciberataques por segundo, diz Kaspersky

Países da América Latina sofreram entre 2017 e 2018 uma média de nove ataques virtuais por segundo. A informação é da empresa de segurança russa Kaspersky, obtida pelo site Telesíntese.

O grande problema da atualidade é que os métodos tradicionais não são mais suficientes para barrar essa quantidade de ataques, que ficam também cada vez mais complexos. Como empresas e governos investem pouco em cibersegurança, o setor acaba defasado e vira alvo de golpes mais elaborados.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Uma solução possível? Pensar em educação e desenvolvimento de negócios, para impedir os crimes e manter sistemas seguros o bastante. Além disso, educar o usuários e executivos sobre a importância de manter um sistema atualizado e protegido — mesmo que isso custe um pouco mais no orçamento — é algo que deve ser pensado.

E agora?

Ainda de acordo com o Telesíntese, entidades como a OEA (Organização dos Estados Americanos) têm lutado para fortalecer essa rede de conhecimento. O Brasil faz parte de um conselho criado recentemente com México, Colômbia e Chile, além de companhias privadas como a Cisco, para promover "inovação em segurança". 

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Segurança Brasil

Comentários

Conteúdo disponível somente online
América Latina sofre nove ciberataques por segundo, diz Kaspersky