Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Kaspersky pede para usuários não usarem versões anteriores do Windows
Avatar do autor

Por Ramalho Lima

via nexperts

1 min de leitura

Kaspersky pede para usuários não usarem versões anteriores do Windows

Um estudo da empresa de segurança digital Kaspersky mostrou que uma grande parcela dos usuários domésticos e empresas ainda continua utilizando sistemas operacionais obsoletos ou em fim de vida, os quais oferecem grandes riscos de segurança.

A pesquisa observou os dados de usuários da Kaspersky Security Network, focando a distribuição de sistemas operacionais. Os resultados comprovaram que 41% dos consumidores domésticos ainda usam sistemas ultrapassados, como o Windows XP e o Vista.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No caso das empresas, 40% das chamadas microempresas e 48% das companhias de porte pequeno e médio seguem e mesma tendência de usar SOs defasados.

Windows 7 lidera o ranking

Fonte: My Seguridad/Reprodução

Apesar de haver usuários e empresas usando os Windows XP, Vista e 8, o sistema mais popular, dentre os que oferecem riscos de segurança, é o Windows 7. A princípio, ele ainda recebe atualizações críticas da Microsoft, mas esse suporte será encerrado em 2020.

O número de usuários domésticos e empresas (micro, pequenas e médias) que ainda usam o Windows 7 é alarmante, chegando a, respectivamente, 38% e 47%.

Razões para usar sistemas antigos

As razões que fazem usuários e empresas utilizarem sistemas operacionais desatualizados podem ser várias, como falta de compatibilidade com o hardware, falta de compatibilidade com um software específico, custo para a migração ou simplesmente por estarem acostumados com a interface gráfica.

O barato pode sair caro

Para Alexey Pankratov, gerente de soluções corporativas da Kaspersky, economizar na migração de SOs antigos para um mais recente pode sair caro no final das contas. O fato é que, em alguns casos, o custo de um incidente relacionado à falta de segurança pode ser mais alto do que o da própria atualização, principalmente quando há roubo de dados sensíveis envolvido.

Se o seu PC suporta a última versão do Windows, a Kaspersky recomenda fortemente que você pare de usar o sistema obsoleto e faça a migração.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Segurança Windows Sistema operacional Segurança

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Kaspersky pede para usuários não usarem versões anteriores do Windows