A Google implementou medidas de segurança na versão 67 do Chrome para proteger usuários contra as vulnerabilidades Meltdown e Spectre, que “assombraram” a comunidade de segurança nos últimos meses — e ainda vão assombrar por muito tempo.

Para conter as vulnerabilidades, que chegam a afetar o hardware, o Chrome vai usar uma técnica conhecida como “isolamento de site”. Isso significa que o Chrome carregará cada site em seu próprio processo. Assim, mesmo que um site ignore a política de mesma origem, a segurança adicional ajudará a impedir que ele roube seus dados de outro site — ou seja: o domínio google.com e o subdomínio maps.google.com vão trabalhar no mesmo processo.

Por outro lado, a ativação pode trazer alguns problemas: o isolamento de sites aumentará o uso de memória do Chrome em aproximadamente 10%. Além disso, as ferramentas para desenvolvedores do Chrome não são totalmente compatíveis com iframes entre sites com isolamento de sites, segundo a Google.

  • Se você quiser entender mais sobre os exploits Metldown e Spectre, clique aqui

Cupons de desconto TecMundo: