Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Sony vende só 400 mil celulares em 3 meses e divisão cai 64%

1 min de leitura
Imagem de: Sony vende só 400 mil celulares em 3 meses e divisão cai 64%
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Por Nilton Kleina

via nexperts

A fabricante japonesa Sony divulgou nesta quarta-feira (13) o seu relatório financeiro, com o desempenho da empresa como um todo e a performance das divisões individuais, o que inclui o setor mobile, lar dos smartphones da família Xperia.

Nesse segmento, as notícias não são nada boas. Entre janeiro e março de 2020, a empresa enviou para venda cerca de 400 mil celulares; uma queda de 63,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 1,1 milhão de unidades foram para as lojas. A meta estipulada internamente girava em torno de 700 mil aparelhos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo a Sony, a queda geral na demanda e os problemas de logística e fabricação por causa da pandemia do novo coronavírus foram os principais problemas. Ainda assim, os lançamentos da marca não são mais tão populares quanto há alguns anos, já que os últimos modelos Xperia 10 II e Xperia 1 II quase passaram despercebidos, ainda mais sem a realização da MWC 2020, onde eles normalmente são revelados. Vale lembrar que a empresa não atua mais de forma oficial no mercado da América do Sul.

Problema geral

Enquanto a pandemia de fato derrubou a venda de celulares, a Sony viu o mercado de sensores de câmeras mobile também cair. No geral, a empresa inteira teve lucro operacional de 35,45 bilhões de yen (R$ 1,95 bilhão em conversão direta) — menos da metade do que foi registrado no começo de 2019.

Por outro lado, a divisão de games segue em alta, não só pelos bons números do PS4 mas também pelos preparativos para a próxima geração de consoles. O PlayStation 5 deve ser lançado no fim deste ano.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes

Categorias


Comentários

Conteúdo disponível somente online
Sony vende só 400 mil celulares em 3 meses e divisão cai 64%