Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Huawei processa operadora Verizon por violação de patentes

1 min de leitura
Imagem de: Huawei processa operadora Verizon por violação de patentes
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Por Nilton Kleina

via nexperts

@niltonkleina

Acostumada a ser alvo de investigações e proibições por causa da guerra comercial contra o governo dos Estados Unidos, a Huawei virou o jogo e agora está processando uma companhia norte-americana. A fabricante chinesa anunciou que vai levar a gigante Verizon aos tribunais, sob a acusação de violação de patentes.

De acordo com a empresa, doze patentes da Huawei registradas nos Estados Unidos teriam sido usadas de forma inapropriada e sem a devida autorização. Elas incluem tecnologias de transmissão de dados e gerenciamento de redes, mas não envolvem diretamente o 5G. A chinesa é líder mundial em equipamentos de infraestrutura, enquanto a Verizon é uma das operadoras mais poderosas do país, sendo a atual dona inclusive de marcas como AOL e Yahoo!.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com a Reuters, os dois lados chegaram a realizar uma série de reuniões desde o ano passado em uma tentativa de acertas as contas sem precisar envolver um processo formal, mas nada foi decidido. A ação foi movida em dois tribunais no Texas e ainda não tem data para julgamento. Inicialmente, a acusação envolvia mais de 200 patentes e um pedido por US$ 1 bilhão em indenizações. A quantidade de propriedades intelectuais foi reduzida para um número seguro, em que a companhia garante ter provas suficientes para apresentar à corte.

Os dois lados

Segundo a Huawei, a empresa não tem um valor fixo para compensação financeira em mente, mas pede que a rival "respeite o investimento em pesquisa e desenvolvimento ao pagar pelo uso das patentes ou retroceder no uso delas em produtos e serviços". A marca alega que demorou anos para desenvolver as tecnologias que foram apropriadas, mas se diz disposta a ceder as descobertas por meio de parcerias feitas pelos meios corretos.

Já a Verizon afirmou que o alvo da Huawei é "qualquer outro país que desafie eles", além de ressaltar que a ação é "sem mérito". A operadora garantiu que vai se defender das acusações.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Comentários

Conteúdo disponível somente online
Huawei processa operadora Verizon por violação de patentes