Nós falamos anteriormente sobre a carreira de cientista de dados, uma das atividades que mais crescem no mercado atual. A demanda por profissionais com habilidades nessa área está alta, e praticamente qualquer empresa que tenha a internet como parte do seu modelo de negócios precisa de alguém realizando esse trabalho.

Contudo, assim como acontece em várias profissões criadas nos últimos anos, muita gente não sabe dizer quais são as atribuições diárias de quem trabalha com ciência de dados. Pelo nome, é até possível entender que análise e organização de informações fazem parte da rotina, mas o ideal é se aprofundar um pouco para captar as nuances do assunto, especialmente se você tem interesse em fazer parte do setor.

Um computador.

Quais são as principais atribuições desses profissionais?

Todo o trabalho começa com uma pergunta. Afinal, o profissional de Data Science utiliza dados para encontrar soluções. Para isso, ele precisa saber o que está procurando ou, pelo menos, quais são as demandas da área que será atendida. As possibilidades são várias, como uma loja online querendo criar um sistema de recomendação de compras para os clientes ou uma transportadora interessada em calcular rotas mais efetivas para suas entregas.

É nesse momento que o profissional vai olhar para tudo o que foi coletado e formular hipóteses para responder às perguntas. O sistema de recomendação pode ser feito a partir de buscas e compras anteriores, por exemplo, assim como a logística de transporte pode ser melhorada por meio da combinação de dados do GPS dos entregadores com a localização dos pontos de entrega.

Para que isso tudo aconteça, também é necessário ter na equipe pessoas qualificadas para apresentar essas informações e insights de forma clara e objetiva. É bem provável que os resultados precisem ser comunicados para gerentes e executivos sem conhecimento técnico sobre todo o processo, o que exige uma capacidade de sintetização essencial para ter as descobertas e soluções implementadas corretamente.

Cadernos com gráficos.

Quais são os cargos em um departamento de Data Science?

Como você pode imaginar, essa profusão de competências resulta em uma grande variedade de cargos e níveis nas estruturas empresariais. No entanto, sendo a ciência de dados uma área de trabalho nova, não é raro ver instituições combinando funções e exigindo habilidades diferentes dos contratados.

Levando em consideração o processo citado aqui, seria necessário um arquiteto de dados para pegar as informações geradas pela empresa e deixá-las prontas para a análise, que seria feita pelo cientista de dados através de aprendizagem de máquina, estatística e programação. Na sequência, alguém com experiência em design seria responsável por transformar as descobertas em algo fácil de apresentar.

As médias salariais também variam dependendo dessas escolhas. Enquanto o arquiteto ganha em torno de R$ 7 mil, o cientista de dados pode chegar a receber R$ 22 mil, dependendo do nível de especialização. Tudo isso pode mudar bastante de acordo com a cidade e a organização, claro. Por ser um campo de trabalho novo, é comum que os cargos se confundam ou sejam combinados durante os processos seletivos, por isso é bom ficar atento ao tipo de habilidade exigida.

Está pronto para começar?

Ficou interessado e quer saber como começar a estudar para ingressar nessa carreira? A plataforma de cursos online Udacity tem tudo preparado para você. Com a trilha de Dados, Data Science e Machine Learning, é possível ver os perfis profissionais que mais o agradam e iniciar do ponto que for melhor, dependendo dos seus conhecimentos, com opções tanto para iniciantes como para quem já possui familiaridade com a área e quer se especializar.