Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Provedor de IPTV pagará multa milionária por pirataria
Avatar do autor

Por André Luiz Dias Gonçalves

via nexperts

1 min de leitura

Provedor de IPTV pagará multa milionária por pirataria

A Aliança para Criatividade e Entretenimento (ACE) obteve uma vitória na justiça contra a Omniverse, um conhecido fornecedor de transmissões de TV pela internet (IPTV). A empresa, agora extinta, foi condenada a pagar uma multa de US$ 50 milhões por pirataria, de acordo com o TorrentFreak.

Formada por algumas das maiores provedoras de conteúdo do planeta, incluindo a Netflix, HBO, CBS, BBC, Channel+, FOX, Hulu, Sony Pictures, Telemundo, Warner e Grupo Globo, entre outras, a Aliança Antipirataria entrou com ação contra a Omniverse One World Television em fevereiro passado, acusando-a de fornecer transmissão pirata para diversos serviços de IPTV.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por sua parte, a Omniverse alegou que operava de maneira legal, pois tinha contrato com a Hovsat, empresa responsável por distribuir o sinal da DirecTV, e chegou até a processá-la por acreditar que também estava sendo enganada. No entanto, as autoridades não aceitaram os argumentos.

O provedor de IPTV já não funciona mais. (Fonte: CordCutters/Reprodução)

Com o andamento do processo, o proprietário da Omniverse Jason DeMeo concordou em pagar a multa para evitar a sua prisão, dinheiro que será repassado aos estúdios e às emissoras prejudicadas com o streaming pirata. A sentença também determina que a fornecedora e o seu dono estejam proibidos de se envolver na oferta de canais por IPTV.

ACE tem longo histórico contra serviços ilegais de IPTV

Nos últimos anos, a Aliança Antipirataria tem agido cada vez mais forte para coibir a comercialização ilegal de sinais de TV por streaming. Suas ações resultaram no fechamento de serviços como TickBox, SetTV, Vader Streams e Dragon Box, entre outros, que possuíam milhares de clientes.

As plataformas de streaming ilegal também têm sido alvo no Brasil. Recentemente, o Ministério da Justiça promoveu a Operação 404 em vários estados, com a finalidade de desmantelar redes de pirataria que forneciam acesso liberado a uma enorme gama de canais e serviços mediante o pagamento de mensalidades bem mais baratas que as cobradas pelos fornecedores legais.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Internet Pirataria Televisão Streaming Séries Cinema

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Provedor de IPTV pagará multa milionária por pirataria