Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Garoto transmite maratonas de Fortnite para ajudar o pai a tratar o câncer
Avatar do autor

Por Julia Marinho

1 min de leitura

Garoto transmite maratonas de Fortnite para ajudar o pai a tratar o câncer

Se você já se acostumou a ver Fortnite ganhar a mídia por conta de uma disputa judicial, pode gostar de saber que dessa vez o jogo apareceu como o meio de um garoto canadense (nickname zylTV) ajudar o pai que está com câncer.

Zyl começou a jogar Fortnite e a transmitir suas partidas via Twitch e YouTube. O objetivo era arrecadar fundos para o tratamento do pai, diagnosticado no fim de 2018 com câncer retal em estágio 3. Foram 10 horas diárias em frente à tela, e, mesmo com a atenção despertada pela maratona, ele levou 3 dias para coletar cerca de US$ 1,1 mil. No quarto dia, coL MackWood (jogador profissional de Fortnite) fez uma doação e espalhou a notícia sobre a campanha. A partir daí as coisas mudaram — para melhor.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A meta de conseguir os 5 mil dólares canadenses (cerca de 14 mil reais) que pagariam o tratamento do pai foi alcançada. Então a família resolveu destinar as doações que continuavam chegando a um fundo de emergência.

Controvérsia

Foram comprados todos os medicamentos necessários, uma cadeira de rodas e uma cama hospitalar. Mas, mesmo com todo o apoio da comunidade gamer, o garoto enfrentou bullying ao anunciar que, a partir daquele momento, "todas as doações serão para mim". A mensagem foi recebida com críticas e manifestações de ódio; então, para lembrar às pessoas de que Zyl é uma criança, a família resolveu explicar no Twitter a real situação, agradecendo a todos pelas contribuições.

Segundo os pais do garoto, o fundo de ajuda alcançou US$ 20 mil (cerca de R$ 75 mil), que serão usados para cobrir o custo de vida da família, aluguel e demais contas (o pai de Zyl provavelmente nunca mais poderá trabalhar). A família também destinará ao menino uma pequena parte do que foi arrecadado, porque, mesmo tendo apenas 13 anos, com suas maratonas em frente à tela ele conseguiu mobilizar uma comunidade e levantar o dinheiro que dará a seu pai mais algum tempo de vida.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Internet Video Game e Jogos

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Garoto transmite maratonas de Fortnite para ajudar o pai a tratar o câncer