O conceito de Material Design foi inspirado em materiais e objetos do mundo real, que reagem de acordo como são manuseados. As atualizações anunciadas pela Google nesta semana dizem respeito ao seu Material Theming e ao conjunto de especificações para os aplicativos.

“Quando você começa a alterar aspectos de sua interface do usuário, como cor e tipografia, as ferramentas de tematização de materiais aplicam sua visão de projeto em toda a sua experiência do usuário”, descreve a empresa.

1

O novo Theme Editor permite aos desenvolvedores unificar o design em todos os aplicativos através de uma interface que possibilita criação de temas específicos, que podem ser exportados e integrados ao processo como um todo, viabilizando mudanças globais em toda a biblioteca de projetos.

Por enquanto, só é possível utilizar essas ferramentas através do Sketch. Estima-se que outros softwares possam ser usados no futuro. Você pode fazer download do Theme Editor aqui.

2

Outra novidade é a galeria para o Material Design. Essa ferramenta permite que os desenvolvedores forneçam feedback de maneira rápida e eficiente e acompanhem as revisões dos designs enviados. Há também um espaço para que eles compartilhem trabalhos realizados.

Em seguida, temos os Ícones, um grupo de ícones de código aberto em cinco grupos (preenchidos, delineados, arredondados, em dois tons e nítidos) que atendem às especificações do Material Design. Podem ser baixados aqui e também estão disponíveis em um repositório git.

3

Para os desenvolvedores já acostumados com os padrões rígidos da Google quanto ao design, essa atualização vai facilitar a execução dos trabalhos. De todo modo, mesmo para aqueles que atuam em empresas com padrões inflexíveis demais, isso é algo a ser visto com bons olhos, considerando a simplificação no fluxo de trabalho e o aumento de ferramentas de código aberto.