Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: 7 dicas para diminuir o estresse causado pelo uso do celular
Avatar do autor

Por Ramalho Lima

via nexperts

2 min de leitura

7 dicas para diminuir o estresse causado pelo uso do celular

Os smartphones passaram muito rápido do status de “apetrecho de luxo” para “equipamento indispensável” do nosso dia a dia. Essa transição foi mais rápida até mesmo se considerarmos os antigos celulares, aqueles que serviam apenas para fazer/receber mensagens e, no caso dos mais entusiastas, curtir o jogo da cobrinha.

No entanto, mesmo sendo bem úteis, há pesquisas que dão indícios de que os smartphones podem aumentar a produção de cortisol em nosso corpo. Acontece que o cortisol é um hormônio produzido pelo organismo humano e que serve para nos deixar mais alertas pela manhã, mas também nos ajuda em casos de alerta máximo, como em situações de perigo ou ameaça física — ou, em outras palavras, quando estamos sob estresse.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A produção de cortisol em quantidade normais, portanto, não afeta nossa saúde. O problema ocorre quando passamos a enfrentar momentos de estresse várias vezes ao dia, e por vários dias seguidos.

(Fonte: Pixabay)

Embora os estudiosos ainda não tenham confirmado que o uso de smartphones desregula a nossa produção de cortisol, gerando mais estresse, grande parte dos usuários de celulares afirmam que se sentem mais estressados hoje do que quando não tinham um desses aparelhos.

Esse estresse digital é observado, principalmente, quando os usuários usam os smartphones para acessar emails de trabalho logo ao acordar ou antes de dormir, além de quando estão verificando as redes sociais e se deparam com uma enxurrada de notícias negativas. Isso sem contar as comparações com a vida de pessoas que parecem sempre estar em melhor condição social e/ou financeira, o que causa males como a angústia e a síndrome do medo de perder.

(Fonte: Pixabay)

A longo prazo, essa produção excessiva de cortisol pode nos levar a problemas sérios de saúde, como diabetes, obesidade, pressão alta, depressão, ataque cardíaco, derrame e demência.

Os smartphones são legais, mas é necessário usá-los com prudência e sabedoria. Quer saber como? Confira nossas dicas!

Dicas para reduzir esse estresse

(Fonte: Pixabay)

Veja algumas dicas para que você consiga usar seu celular em benefício próprio, em vez de se sentir estressado:

  1. Use um app (como o Moment, para Android) para controlar o acesso ao celular e aos aplicativos com os quais você gasta mais tempo;
  2. Desative as notificações nos momentos em que não pode ser interrompido e defina períodos para checar mensagens e outras notificações;
  3. Desative a sincronização automática, para que os aplicativos só busquem informações ao serem utilizados em primeiro plano (isso ainda ajuda a poupar bateria);
  4. Deixe de seguir pessoas, páginas ou grupos que não lhe interessam mais ou que publicam sobre assuntos que o incomodam;
  5. Tenha ao menos um lugar na sua casa onde você possa ficar longe da tecnologia móvel, como o seu quarto ou a sala de jantar;
  6. Defina horários para começar a usar o celular pela manhã e interromper o uso à noite;
  7. Identifique e controle os momentos em que usa o celular simplesmente por tédio. Na maioria da vezes, você mesmo se engana sobre estar desocupado para poder acessar a rede social, quando na verdade deveria estar focando em outra coisa. Melhor usar esses momentos de pausa para relaxar ou escutar uma música.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Dispositivos Móveis Celular Saúde

Comentários

Conteúdo disponível somente online
7 dicas para diminuir o estresse causado pelo uso do celular