Ao que tudo indica, estamos muito próximos dos primeiros smartphones dobráveis comercialmente viáveis do mercado. Isso porque sabemos que diversas empresas especializadas em celulares estão trabalhando no desenvolvimento de um dispositivo desse tipo, como a Samsung, a Huawei e a Oppo. A descoberta de registros de patentes da LG mostra que a gigante sul-coreana não pretende ficar para trás e também vai entrar nessa corrida.

Com a tela 'fechada', o aparelho vira um dispositivo do tamanho dos comuns que usamos hoje

Nos documentos descobertos pela publicação holandesa Let’s Go Digital podemos ver um design diferente do que vem sendo visto por aí: trata-se de um smartphone cuja tela dobrável repousa em torno do corpo do aparelho e pode ser desdobrada para ampliar o campo do visor.

Com a tela “fechada”, o aparelho vira um dispositivo do tamanho dos comuns que usamos hoje e a extensão do visor fica na parte traseira, desligada. O registro de patente também dá a entender que a parte dobrável da tela fique presa à traseira do dispositivo magneticamente.

Um dispositivo dobrável da LG poderá ser apresentado já no começo do ano que vem na CES

Como todo produto novo, ainda não estão bem claras as funcionalidades que esses dispositivos dobráveis terão e, obviamente, se eles realmente vão se tornar populares como os smartphones e tablets de hoje em dia. Será que há espaço para esses aparelhos no mercado? Essa resposta só deve ser dada a partir de 2019, quando os celulares com tela dobrável começarem a chegar nas mãos dos consumidores e as empresas responsáveis tiverem criados funções interessantes e úteis para eles.

Apesar da dica de Evan Blass dizendo que um dispositivo dobrável da LG poderá ser apresentado já no começo do ano que vem na CES, nada mais se sabe sobre seu desenvolvimento. Rumores apenas apontam para um possível nome – LG Flex – devido a alguns registros de marcas feitos pela empresa sul-coreana.