Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

365 Dias: novo filme da Netflix causa polêmica entre assinantes

1 min de leitura
Imagem de: 365 Dias: novo filme da Netflix causa polêmica entre assinantes
Avatar do autor

Por Robinson Samulak Alves

via nexperts

Um novo filme disponibilizado na Netflix causou polêmica com alguns assinantes da gigante do streaming. 365 Dias (365 Dni, no original) está sendo acusado de romantizar a síndrome de Estocolmo, ao colocar uma mulher se apaixonando pelo seu sequestrador.

O filme conta a história de Laura Biel, uma jovem que viaja para a Sicília de férias com o namorado. Ela acaba sendo sequestrada por Massimo, um membro da máfia local, que tentará fazer de tudo para que Laura se apaixone por ele enquanto a mantém em cativeiro por 365 dias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No Twitter, diversas pessoas se manifestaram criticamente à abordagem do filme.

“Acabei de assistir 365 Dias, e enquanto as cenas de sexo eram ótimas, a história em si romantiza apenas o sequestro e um relacionamento abusivo. Você basicamente assiste uma garota com síndrome de Estocolmo”.

“Assisti 365 Dias por causa do ruído que ele criou. Posso dizer que o filme está sendo muito superestimado? Só consegui sentir vergonha com os diálogos, o enredo previsível e as reviravoltas irreais. 

Você sabe como se chama quando você se apaixona pelo seu sequestrador? Síndrome de Estocolmo. Não é amor”.

“Há uma enorme diferença entre fantasia e realidade. Se você é um cara, por favor, não se inspire [no filme]. Nenhuma garota quer ser sequestrada e obrigada a se apaixonar”.

365 Dias é baseado no romance da escritora polonesa Blanka Lipinska. A direção é de Barbara Bialowas e Tomasz Mandes, que também assinam o roteiro.

O longa-metragem também está disponível na Netflix Brasil, e você pode assistir à produção através deste link.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes

Categorias


Comentários

Conteúdo disponível somente online
365 Dias: novo filme da Netflix causa polêmica entre assinantes