Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Netflix é acusada de causar impacto negativo nas pessoas e no meio ambiente
Avatar do autor

Por Maria Victoria Castilho

2 min de leitura

Netflix é acusada de causar impacto negativo nas pessoas e no meio ambiente

Após dominar a maior parte do serviço de streaming em todo o mundo, estudos sugerem que a Netflix possa estar sendo prejudicial aos seus usuários. Porém, o seu impacto pode alcançar o planeta, sendo capaz de contribuir no surgimento de doenças cardíacas, redução do desejo sexual e até mesmo variações do clima.

De acordo com o relatório publicado pelo Journal of American Heart Association, em julho, telespectadores que passavam mais de quatro horas assistindo televisão corriam um risco 50% maior de mortes prematuras ocasionadas por doenças cardíacas comparados àqueles que assistiam por menos da metade desse tempo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além disso, segundo especialistas do The Shift Project, a movimentação de dados de vídeo em redes digitais e móveis está resultando em uma enorme pegada de carbono. E esses números não param de aumentar: a organização sediada em Paris apresentou uma previsão na qual as emissões geradas pela Era Digital teria um aumento de 2,5% em 2013 para 4% em 2020.

Esses dados se devem ao crescimento do consumo de vídeo em todo o mundo. Ainda segundo os estudos realizados, assistir a um vídeo em alta definição, transmitido em um smartphone, por cerca de 10 minutos, pode equivaler a um forno elétrico de 2.000 watts em potência máxima, por cinco minutos.

O autor Maxime Efoui-Hess, ao ser questionado sobre os impactos da distribuição streaming de um filme on-line, compara a alguém que usa um carro para se dirigir a um cinema. Ainda segundo o autor, duas horas de streaming equivalem a cerca de 6 kg de CO2, enquanto o deslocamento coletaria apenas uma fração desse valor.

Porém, deixou claro que os danos causados pelo ar condicionado do cinema, além do consumo de energia do teatro ao transmitir o filme, deveriam ser levados em conta no momento da comparação.

O gigante do mundo do streaming provou que “dá ouvidos” aos resultados de pesquisas depois de um estudo comprovar que imagens com o consumo de cigarro triplicaram na Netflix no período de um ano. Em seguida, a companhia se comprometeu a reduzir o tabagismo em suas produções.

Outros impactos

No site da empresa, uma sessão esclarece ter investimento em esforços particulares para minimizar os impactos da sua pegada de carbono, a fim de aumentar a eficiência de seus servidores e descobrir novas fontes de energia renovável.

Além disso, uma cena polêmica de 13 Reasons Why foi cortada, após um estudo publicado no Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry, mostrar um crescimento no índice de suicídios de adolescentes desde o lançamento da série.

Junto aos impactos ambientais, parece que a Netflix tem causado certos danos aos seus usuários. De acordo com uma divulgação no British Medical Journal, a última década registrou uma queda na prática sexual na região. Segundo um estudo dinamarquês, que foi apresentado na reunião anual da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia, em junho deste ano, os homens que costumam ficar acordados até tarde são produtores de uma menor contagem de espermatozóides.

***

Gostou do conteúdo? Estamos preparando novidades para torná-lo ainda melhor. Saiba mais aqui.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Cultura Geek Netflix Internet

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Netflix é acusada de causar impacto negativo nas pessoas e no meio ambiente