A artista e professora da Universidade de Nova York, nos EUA, Marina Zurkow, publicou recentemente uma coleção de emojis diferente do que estamos acostumados a ver nos teclados dos nossos smartphones. Zurkow baseou toda a sua criação em possíveis consequências do aquecimento global.

Por isso, há pessoas se afogando, animais morrendo ou passando fome e também alguns elementos inspirados em desastres naturais cada vez mais frequentes: furacões, queimadas e inundações.

De acordo com a criadora, todos os emojis têm seu próprio significado. Por exemplo, há quatro itens que mostram pessoas em perigo na água. Três delas têm pele mais escura e uma tem a pele clara. Somente esta última é retratada em um bote, supostamente com mais chances de sobreviver. Isso tem a ver com uma estatística da ONU de 2015 apontando que 80% das mortes em inundações entre 1995 e 2015 no mundo aconteceram no sudoeste asiático.

climoji

A sensação é de que um dos grandes problemas é que as pessoas não falam das mudanças climáticas da forma que elas realmente são

“A sensação é de que um dos grandes problemas é que as pessoas não falam das mudanças climáticas da forma que elas realmente são”, comentou Zurkow. “As pessoas não se relacionam com os resultados de um monte de destruição antropogênica que todos nós causamos de forma diária”.

A primeira coleção desses emojis que pretendem conscientizar a população global acerca do tema deve ganhar uma continuação em breve, mas com alguns itens menos catastróficos, como emojis para painéis solares, carros elétricos e turbinas de vento.

Para usar a coleção de emojis de Zurkow, você precisa fazer o download do app com o conteúdo através da Play Store, para o Android, ou pela App Store para o iOS. É possível também fazer o download dos itens em PNG através do site da iniciativa.