Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

5 fatos curiosos sobre o planeta Vênus

2 min de leitura
Imagem de: 5 fatos curiosos sobre o planeta Vênus
Avatar do autor

Por Julia Marinho

via nexperts

As notícias de que um composto ligado à vida foi identificado nas nuvens de Vênus agitou a comunidade científica e incendiou a imaginação dos terráqueos. Confira abaixo cinco curiosidades sobre o planeta que você talvez não conheça.

O mais brilhante

Em junho de 1889, o pintor Vincent Van Gogh escreveu a seu irmão, Theo: "Esta manhã eu vi a paisagem da minha janela muito antes do nascer do Sol, com nada além da Estrela da Manhã, que parecia muito grande". 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

E foi assim que Vênus foi incluído em um dos quadros mais famosos da história da Arte: Noite Estrelada.

.  MoMA/Divulgação 

O planeta é o segundo elemento mais brilhante do céu, depois da Lua (e como ela, também tem fases).

Pentagrama nos céus

O pentagrama de Vênus (o planeta com a órbita mais circular do Sistema Solar) é o caminho aparente do planeta (em bege) em relação à Terra (em azul). Oito anos aqui correspondem a 13 anos venusianos.

Tampas russas não funcionam

O programa espacial russo Venera teve 16 missões. Apesar de terem enviado à Terra informações valiosas (como a composição da atmosfera e a pressão sobre a superfície de Vênus), no quesito imagem elas deixaram a desejar por um motivo prosaico: a tampa das câmeras.

A Venera 9 foi a primeira sonda a levar equipamento fotográfico a Vênus. Ela tirou (poucas) fotos com apenas uma câmera, pois a tampa da lente da outra não se soltou. A Venera 10 também enviou imagens somente de uma câmera (como antes, a tampa da outra lente não se mexeu). A missão seguinte foi ainda pior: as lentes das 2 câmeras da Venera 11 permaneceram tampadas – nada de fotos, nem dela nem da Venera 12, que apresentou o mesmo defeito.

Imagens da superfície de Vênus, feitas pela sonda Venera 10Imagens da superfície de Vênus feitas pela sonda Venera 10.Fonte:  Roscosmos/Reprodução 

O problema parecia ter ficado no passado com a Venera 13, até que a Venera 14, ao comando de ejetar a tampa da câmera, o fez diretamente sob um dos instrumentos. O resultado disso foi que o comando da missão em vez de obter informações sobre a compressibilidade do solo, recebeu dados sobre a da tampa da lente (mas as câmeras funcionaram).

Imagens da superfície de Vênus, feitas pela sonda Venera 14Imagens da superfície de Vênus feitas pela sonda Venera 14.Fonte:  Roscosmos/Divulgação 

Trânsito lento

Obviamente, somente Vênus e Mercúrio podem ser vistos da Terra passando em frente ao Sol (os chamados trânsitos). Os de Vênus ocorrem raramente e aos pares (2 trânsitos com um intervalo de 8 anos entre eles), repetindo-se com intervalos entre 105,5 anos e 121,5 anos.

O último aconteceu entre 5 e 6 de junho de 2012 (essa foi apenas a 7ª vez que ele foi visto desde a invenção do telescópio), e os próximos vão ocorrer entre os dias 10 e 11 de dezembro de 2117 e 8 de dezembro de 2125.

Paraíso antes do inferno

Algo deu muito, mas muito errado com o planeta. Segundo um estudo de cientistas do Instituto Goddard de Estudos Espaciais (GISS), da NASA, Vênus pode ter tido um oceano raso de água líquida e temperaturas de superfície habitáveis nos primeiros 2 bilhões de anos de sua história.

Segundo o estudo da NASA, as nuvens de tempestade poderiam ter protegido a antiga Vênus da forte luz do sol e tornado o planeta habitável.Segundo o estudo da NASA, as nuvens de tempestade poderiam ter protegido o antigo Vênus da forte luz do Sol e tornado o planeta habitável.Fonte:  NASA/Divulgação 

Hoje, o planeta é chamado de "mundo infernal", com uma atmosfera de dióxido de carbono 90 vezes mais espessa do que a da Terra, quase sem vapor de água e com temperaturas que chegam a 460 °C em sua superfície.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias


Comentários

Conteúdo disponível somente online
5 fatos curiosos sobre o planeta Vênus