Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

China lança o último satélite do sistema de navegação Beidou

1 min de leitura
Imagem de: China lança o último satélite do sistema de navegação Beidou
Avatar do autor

Por André Luiz Dias Gonçalves

via nexperts

Nesta terça-feira (23), a China lançou o último satélite que faltava para concluir o sistema de navegação Beidou. O concorrente do GPS estará pronto para funcionar em sua totalidade em breve, dando ao país uma maior independência em relação à rede de posicionamento global norte-americana.

A decolagem do foguete Long March 3 ocorreu no Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, na região sudoeste da China, com uma semana de atraso em relação à programação original, por causa de um problema técnico com o equipamento. Pouco tempo depois da partida, ele já estava em órbita.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Desenvolvido na década de 1990, o Beidou teve os primeiros satélites lançados em 2000 e desde então passou por algumas atualizações. A etapa mais recente, que está sendo concluída agora, adicionará maior largura de banda ao sistema, ampliando a capacidade de comunicação e a cobertura para todo o mundo.

Com o lançamento, o Beidou vai passar a oferecer cobertura global.Com o lançamento, o Beidou vai passar a oferecer cobertura global.Fonte:  Xinhua News/Reprodução 

Além de facilitar a navegação, o sistema de posicionamento global chinês também pode ajudar a melhorar a precisão dos serviços de previsão do tempo e dos sistemas de cronometragem e busca e resgate internacional. Ele é capaz de fornecer ainda a comunicação por mensagens curtas, bem como dispõe da funcionalidade de transmitir imagens.

Concorrentes também estão se atualizando

Com a China se tornando cada vez mais uma potência espacial, a partir da conclusão do sistema Beidou, outros concorrentes da plataforma asiática já começam a se movimentar, também com o objetivo de modernizar seus serviços.

No caso do GPS, por exemplo, os EUA devem lançar novos satélites para a rede GPS III até o final de junho, de acordo com o Space.com, após o adiamento provocado pela pandemia do novo coronavírus. A atualização tem previsão de ser concluída em 2023.

Já o sistema russo Glonass atualizou a constelação de satélites recentemente, enquanto o Galileo, da Agência Espacial Europeia, receberá novos equipamentos no final deste ano.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias


Comentários

Conteúdo disponível somente online
China lança o último satélite do sistema de navegação Beidou