Menu

Explore por temas!

Bookmarks

Salve suas notícias e leia quando quiser.

Imagem de: Sonda japonesa Hayabusa 2 pousa no asteroide Ryugu novamente [vídeo]
Avatar do autor

Por André Luis Dias Custodio

1 min de leitura

Sonda japonesa Hayabusa 2 pousa no asteroide Ryugu novamente [vídeo]

A sonda Hayabusa 2, lançada em dezembro de 2014 em uma missão que foi estipulada em 4 anos, 9 meses e 1 dia, teve seu segundo contato com o asteroide Ryugu registrado em vídeo pela JAXA (Agência Espacial do Japão). Com o intuito de recolher amostras de rocha para enviá-las à Terra, esse registro aconteceu pouco antes do fim de seu retorno ao nosso planeta, em 2020.

Em fevereiro de 2019, a sonda fez seu primeiro pouso em Ryugu para coletar materiais de sua superfície. Neste segundo momento, com um mecanismo de explosão de bala de tântalo, a sonda "cavou a superfície", formando pequenas crateras, e recursos foram coletados com sucesso, apesar de ainda não haver certeza sobre o que exatamente pode ter sido capturado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Mesmo com uma aterrissagem quase perfeita na superfície de Ryugu, como pode ser observado no vídeo abaixo, não se pode negar que a sonda passou por momentos difíceis ao buscar o perfeito impacto com o solo arenoso e com as diferenças de altura, já que o asteroide não oferece boas condições de pouso por conta de suas dimensões pouco largas. 

Um conjunto de câmeras estrategicamente instaladas permitiu o auxílio ao contato da sonda com a rocha, fornecendo informações essenciais para o sucesso da missão. Tudo foi acompanhado e transmitido ao vivo pelo canal Space Videos.

Após a coleta dos recursos durante o segundo encontro, a Hayabusa 2 continuará orbitando Ryugu durante o resto da missão, coletando amostras por cerca de mais 1 ano e meio, até o seu esperado retorno à Terra.

Cupons de desconto TecMundo:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Ciência Exploração espacial

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Sonda japonesa Hayabusa 2 pousa no asteroide Ryugu novamente [vídeo]