Primeiro brasileiro a ir ao espaço, o astronauta Marcos Pontes confirmou nesta segunda-feira (29) que será ministro de Ciência e Tecnologia da futura gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

O anúncio foi feito em sua página pessoal no Facebook por meio de um vídeo. Ele classificou o momento como “histórico” para o Brasil e já começou a falar como novo ministro.

“Novo presidente, novos rumos para o país. Eu estou muito feliz de ter participado não só da campanha, mas também da oportunidade de participar deste novo governo em uma área que tem sido a minha vida por 41 anos”, relatou Pontes.

O futuro ministro ainda não foi confirmado oficialmente, mas considerando seu apoio à candidatura de Bolsonaro, é bastante provável que seu nome se confirme como ministro nos próximos dias.

Mais ou menos como o "posto Ipiranga" da Ciência e Tecnologia

“Como vocês sabem, ele tem falado sempre no meu nome, mais ou menos como o "posto Ipiranga" da Ciência e Tecnologia. E agora só falta o anúncio oficial da minha indicação para ministro”, completou.

Pontes não detalhou nenhuma ação objetiva para o início de sua atuação como líder de Ciência e Tecnologia no país, mas, considerando seu histórico como astronauta, talvez o programa espacial brasileiro possa ganhar um novo fôlego.

Pontes se tornou o primeiro brasileiro no espaço em uma viagem até a Estação Espacial Internacional em 2006. Ele decolou do Cazaquistão a bordo de uma nave russa Soyuz TMA-8.