Menu

Explore por temas!

Por Douglas Ciriaco

@dciriaco

1 min de leitura

Sonda japonesa que pousou em asteroide fez novas fotos incríveis

Já faz três meses desde que duas pequenas sondas pousaram sobre a superfície do asteroide Ryugo. Elas foram enviadas para lá pela Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA) e, desde sua chegada, não param de enviar incríveis imagens do corpo rochoso.

Os dois robôs não são sondas tradicionais — não havia gravidade suficientemente forte para que elas pudessem se locomover pela superfície —, então, o Japão enviou para lá duas sondas “saltitantes”. Enquanto pulam por sobre o Ryugo, as máquinas registram fotos e, de acordo com a JAXA.

Como mostram as imagens, a superfície do asteroide é extremamente rochosa e irregular, o que deixou os cientistas japoneses pensativos sobre como realizar a manobra de resgate das duas sondas. Elas foram deixadas lá pela espaçonave não tripulada Hayabusa2 e a ideia era que o equipamento retornasse até lá, desta vez pousando, para recuperar os equipamentos.

Superfície do Ryugu foi fotografada por sonda japonesa. (Fonte: JAXA/AFP)

A JAXA informa que a expectativa foi superada com essa missão porque sondas duraram mais tempo do que o esperado. Uma delas possivelmente já viajou 300 metros sobre o asteroide e enviou mais de 200 imagens e outros tipos de dados para o seu satélite. Já a outra sonda parou de se mover depois de 10 dias e registrou cerca de 40 fotos.

Os especialistas japoneses acreditam que o fato de a temperatura do Ryugo ser abaixo do esperado ajudou a prolongar a vida útil das máquinas. Agora, eles analisam os dados para estudar a melhor maneira de recuperá-las.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Categorias

Ciência Exploração espacial

Comentários

Conteúdo disponível somente online