Análise: Nokia Lumia 720 [vídeo]

Testamos o modelo intermediário da família Lumia e conferimos de perto todos os seus pontos positivos e negativos.

Diferente do que acontece na briga entre os smartphones top de linha, na qual ser o melhor e mais potente muitas vezes acaba fazendo a diferença, entre os aparelhos considerados intermediários – e por isso mesmo com menos recursos – oferecer para o consumidor a melhor relação custo-benefício possível é sempre o maior dos desafios.

Cortar algumas funcionalidades pode deixar o celular mais barato, mas por outro lado a ausência de alguns recursos pode fazer com que o consumidor sinta que ficou na mão. O Nokia Lumia 720 é exatamente o intermediário de toda a família de smartphones da Nokia, se posicionando abaixo dos modelos 920 e 820 e acima das versões 620 e 520.

Testamos detalhadamente todas as suas funcionalidades, e o resultado você confere agora na nossa análise.

Aprovado

Design de construção

Entre os cinco smartphones principais da linha Lumia (os modelos 520, 620, 720, 820 e 920), talvez o Lumia 720 seja um dos que possui um dos melhores acabamentos. O visual segue o mesmo estilo dos demais produtos, porém o fato de ele não possuir a bateria removível acaba revelando um aspecto curioso.

As laterais curvas se conectam de forma mais consistente à parte frontal do produto, dando a impressão de se trata de um bloco único. O refinamento do aparelho é outro destaque, uma vez que seu acabamento plástico brilhante dá a sensação de que o produto está envolvido em uma película protetora.

O peso do Lumia 720 é de 128 gramas, característica completamente dentro dos padrões de sua proposta. Com uma pegada bastante anatômica e encaixes firmes, que deixam até mesmo o cartão micro SD e o SIM card muito bem protegidos, o smartphone se revela um dos modelos mais bonitos da linha.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Tela

Não é de se esperar mesmo que o Lumia 720 tenha um desempenho de tela exuberante como o de um smartphone top de linha. E, em números, a densidade de pixels de 217 ppi pode ser um indicativo de que o consumidor pode enfrentar algum tipo de problema nesse sentido.

Porém, em nossos testes, não percebemos nada que possa incomodar o proprietário de um Lumia 720 por conta da baixa resolução da tela. O sistema operacional Windows Phone, de certa forma, compensa essa densidade baixa, tornando falhas muito menos aparentes, mesmo em aplicativos e jogos que exigem um pouco mais nesse quesito.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Bateria

Outra grata surpresa do Lumia 720 é a duração de bateria. Levando-se em consideração que se trata de um smartphone intermediário, os valores atingidos pelo modelo da Nokia mais do que satisfazem as necessidades do consumidor.

Em um teste de estresse, com exibição de vídeos de forma contínua e brilho de tela e volume configurados em 50%, o modelo resistiu por cerca de 3 horas e 40 minutos.

Já quando utilizado em um modo mais tradicional, com WiFi habilitado e com acesso a internet e redes sociais, a bateria resistiu bem ao longo do dia. Tirado do carregador por volta das 9h da manhã, às 21h o produto ainda apresentava níveis entre 20% e 30% de bateria.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Desempenho

Com processador dual-core de 1 GHz, praticamente todas as tarefas que você tentar executar com o smartphone serão realizadas de forma satisfatória. A transição entre apps é feita de maneira rápida e sem atropelos, e mesmo em jogos mais pesados o desempenho é satisfatório.

O mesmo se pode dizer para navegação na internet. Em nossos testes, abrimos cinco ou seis abas do navegador várias vezes e, em nenhuma delas o sistema de mostrou prejudicado. A exceção fica por conta de jogos muito pesados: nesse caso, a memória RAM de 512 MB acaba sendo insuficiente.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Câmera

A câmera traseira tem resolução de 6,7  megapixels, acima da média para uma categoria em que a maioria dos concorrentes oferece apenas 5 megapixels. Porém, além dos números, o Lumia 720 é capaz de demonstrar na prática que possui uma câmera de boa qualidade.

Tanto em fotos com condições adversas de luminosidade quanto em fotos em ambientes abertos, o resultado final das imagens é satisfatório e não deve deixar ninguém na mão. Somado a isso, vale lembrar que os aparelhos da linha Lumia possuem um botão dedicado para a câmera, o que torna o trabalho bastante facilitado.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Reprovado

Algumas limitações em apps

Entendemos perfeitamente que o Lumia 720 é um aparelho de categoria intermediária e, por conta disso, ele apresenta algumas limitações. Porém, não deixa de ser frustrante saber que se por um lado o processador aguenta praticamente tudo o que a Windows Phone Store oferece, por outro a memória RAM de 512 MB pode ser um fator limitador.

Assim, em alguns momentos você pode se decepcionar por saber que aquele jogo que exige um pouco mais não é compatível com o aparelho (algo que acontece com outros SOs também). Contudo, aqui você fica até mesmo sem a opção de instalá-lo, forma encontrada pelo Windows Phone 8 para garantir que tudo vai rodar de forma adequada.

Apenas 8 GB

Infelizmente  o Lumia 720 possui apenas 8 GB de espaço para armazenamento. Sim, ele possui outros 7 GB de armazenamento na nuvem e slot para cartão micro SD. Porém, o pouco espaço praticamente obriga o usuário a comprar um cartão extra – que não está incluído no produto.

Novamente, vale lembrar que esse fator não vai impedir que você utilize o smartphone da melhor forma possível, mas não deixa de ser um fator limitador e que, em algum momento, pode se tonar incômodo devido à falta de espaço.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Vale a pena?

Entre todos os produtos da linha Lumia, talvez o Lumia 720 seja um dos aparelhos que apresenta uma das melhores relações custo-benefício. Com um acabamento de qualidade, o modelo com características intermediárias briga de igual para igual com modelos como o Samsung Galaxy Grand Duos e o Motorola RAZR D3.

A duração de bateria é outro aspecto em que o aparelho chama a atenção, mantendo uma boa durabilidade ao longo do dia. Se não fossem os 512 MB de RAM, certamente o Lumia 720 seria capaz de ir muito além e atender a quase todas as necessidades do consumidor. Outro problema que encontramos foi o pouco espaço para armazenamento, mas ele pode ser contornado com um cartão de memória.

O aparelho tem preço sugerido de R$ 969, mas pode ser encontrado até mesmo por valores mais em conta nas lojas brasileiras. Resistente, com características que não vão decepcionar o consumidor e, certamente, durando mais de um ano sem que seja preciso pensar em trocar de smartphone, o Lumia 720 é uma opção a ser considerada na hora da compra.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO