Kodak vai cessar a produção de máquinas fotográficas digitais

Empresa pretende eliminar departamentos problemáticos com a esperança de reconquistar a confiança de investidores e consumidores.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kodak)

Após o pedido de concordata ocorrido na final de janeiro, a Kodak anunciou algumas mudanças decorrentes de sua reestruturação como empresa. Em um comunicado à imprensa, divulgado na última quinta-feira (9 de fevereiro), a companhia anunciou que vai cessar imediatamente a produção de câmeras digitais, filmadoras portáteis e porta-retratos digitais.

A partir de agora, o foco da empresa passa a ser produtos relacionados à impressão de imagens e suprimentos para impressoras. Ao manter somente as divisões que geram lucro, a companhia espera sobreviver tempo suficiente para reconquistar a confiança de investidores e consumidores. A decisão de eliminar produtos problemáticos também vai poupar à Kodak cerca de US$ 100 milhões em gastos anuais.

A organização afirmou que está trabalhando junto a fornecedores para que o processo de transição seja o mais confortável o possível — a expectativa é que a mudança de rumo seja concretizada até o fim da primeira metade de 2012. Quem comprou uma câmera da empresa recentemente não precisa se preocupar, já que ela assegurou que vai continuar oferecendo suporte técnico aos produtos que ainda estão dentro do prazo de garantia.

A Kodak também declarou que, embora tenha cessado a produção própria de equipamentos fotográficos, está em busca de parceiros para licenciar parte de sua tecnologia. Além disso, a companhia afirmou que vai dar mais atenção ao segmento de negócios comerciais, atualmente responsável por gerar aproximadamente 75% de suas vendas.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO