Windows Movie Maker: aplique efeitos em seus vídeos

Conheça a ampla variedade de efeitos que podem ser aplicados usando o Movie Maker

É normal que ao ver alguns vídeos cheios de efeitos você fique curioso para saber como aquilo foi feito, imaginando um processo totalmente complexo, complicado e cheio de passos por programas profissionais de edição de vídeo.

Mas, na verdade, o próprio Windows Movie Maker traz uma quantidade, ao menos considerável, de efeitos para você aplicar em seus vídeos. E os passos a serem seguidos não são nem um pouco complexos. Na verdade é surpreendente a facilidade com que se pode fazer isso. E você confere logo a seguir.

 

Visualize os efeitos

 

Se você quiser, é possível ver todos os efeitos expostos na tela em uma espécie de grade, sendo até mais fácil caso não os conheça. Para acessar essa função, clique no menu que diz Mídia Importada e selecione Efeitos.

Você poderá ver todos os efeitos listados na tela, com uma miniatura que tenta mostrar o que faz. E, se você der um duplo-clique no efeito, poderá pré-visualizar.

 

Conheça alguns efeitos

 

Para um editor de vídeo até um tanto quanto básico, o Windows Movie Maker traz uma grande quantidade de efeitos legais e que dão um toque especial em seu vídeo. Há alguns para movimentos, em que a tela vai se aproximando aos poucos do vídeo, outros mais visuais e vários que alteram a velocidade.

 

Aplique efeitos em seus vídeos

 

Para aplicar qualquer efeito em algum vídeo, primeiro é necessário que ele já esteja colocado na Linha do Tempo ou no Storyboard.

Depois, clique com o botão direito sobre uma das partes do vídeo e selecione a opção Efeitos. (É importante lembrar que o efeito será aplicado em toda a parte do vídeo.)

A lista de efeitos se divide em “Efeitos disponíveis” e “Efeitos exibidos”. Basta selecionar qualquer um dos efeitos na lista e clicar em Adicionar. É possível colocar até seis efeitos ao mesmo tempo em cada parte de vídeo. Assim, você pode fazer várias combinações possíveis para ter um efeito legal em seu vídeo.

Por exemplo, para que pareça um filme antigo, uma boa combinação é usar os efeitos “nitidez”, “idade do filme, antigo” e “escala de cinza”.

Você também pode adicionar várias vezes o mesmo efeito. Ou seja, escolhendo “Reduzir, Metade” várias vezes, o vídeo ficará com a velocidade cada vez mais lenta. Também há o caso de você querer aumentar muito a intensidade de um efeito que seja mais visual, como “Desfoque”.

 

É claro que é extremamente importante ter bom senso ao utilizar os efeitos em seus vídeos, caso contrário o resultado será extremamente desastroso (e, no mínimo, exagerado). Por isso, busque sempre combinações legais e que deem um toque especial para o vídeo. Até a próxima.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO