Desenvolvido como uma alternativa para a Objective-C, a Swift é uma linguagem de programação que a Apple revelou ao mundo em 2014 – e tornou de código aberto em dezembro do ano passado. Na ocasião, representantes de Google, Facebook e Uber se reuniram em Londres para discutir a novidade, e informantes do site The Next Web afirmam que a Gigante das Buscas está considerando torná-la um dos elementos centrais na operação do Android.

Atualmente, o sistema mobile do robozinho verde suporta o Java como sua linguagem de primeira classe. E, por mais que a empresa de Mountain View esteja ponderando levar a criação da Maçã para o mesmo patamar, as fontes do TNW afirmam que a ideia não é que a Swift substitua o Java totalmente – ao menos não em um primeiro momento.

Google estaria cogitando adotar a linguagem de programação Swift, feita pela Apple

A atual disputa judicial entre a Google e a Oracle pode ser um dos motivos que levaram a dona do Android a buscar alternativas. Outra possível razão seria o fato de a Gigante das Buscas considerar que a Swift traz mais benefícios do que a linguagem atual, também segundo os informantes do TNW. Como a criação da Apple agora é de código aberto, não seria necessário que a plataforma do robô mudasse sua estrutura open source.

Montes de obstáculos

Para fazer com que a Swift funcionasse no Android, seria preciso um runtime para facilitar a transição de apps do iOS para sua plataforma. Além disso, a Google teria que dar suporte à nova linguagem em APIs e SDKs e, como alguns elementos de baixo nível do sistema do robô são feitos em C++, eles teriam que ser totalmente reescritos – assim como as APIs de nível mais alto feitas em Java.

Embora a Swift esteja crescendo, sua implantação no Android envolveria uma participação ativa da própria Google, muito esforço e um processo lento e gradual. Por enquanto, a Gigante das Buscas parece estar agindo para ao menos se afastar da API Java que pertence à Oracle, adotando a Open JDK em seu lugar.

Caso seja levada adiante, a adoção da linguagem no Android seria extremamente lenta

Outra linguagem com potencial para se tornar central para a Google é a Kotlin, que, assim como a cria da Apple, tem foco na segurança. A novidade tem a vantagem de funcionar com Android Studio, o que facilitaria bastante o desenvolvimento de programas. No entanto, as fontes do TNW indicam que a empresa acredita que a Kotlin ainda é muito lenta durante a compilação. Dessa forma, a Swift parece ter vantagem.

Outros interessados

Enquanto isso, o Facebook e o Uber também têm interesse na adoção da Swift, ainda que tivessem que encarar desafios similares aos da Google para implementar a mudança. Como a ideia parece ser fazer uso profundo da linguagem da Apple, no entanto, parece que o melhor caminho para as duas companhias seria esperar a empresa de Mountain View tomar a dianteira para derrubar a maior parte dos obstáculos antes.

Serviços como o Perfect servem para demonstrar que a parte do Swift relacionada ao lado dos servidores já está pronta, e empresas como a IBM já estão trabalhando nas funções da linguagem nos servers. Seja como for, não é recomendado aguardar com muita ansiedade o anúncio de planos de Google, Facebook e Uber de começar a usar a novidade em breve.

O que você acha da possibilidade de a Google trocar o Java pela linguagem Swift da Apple no Android? Comente no Fórum do TecMundo