Como bloquear plugins no Chrome

Por segurança ou estabilidade de navegação, aprenda agora a bloquear completamente um plugin ou apenas a sua execução em qualquer página aberta no Chrome.

A internet oferece uma série de atividades e, para usufruir de várias delas, seu navegador necessita de aplicativos complementares, os chamados plugins. Contudo, nem sempre eles só ajudam, pois um grande número deles sendo executados simultaneamente pode acabar por prejudicar o desempenho do browser, retardando o carregamento de páginas, por exemplo.

Se você é usuário do Google Chrome, saiba que é possível gerenciar os plugins instalados no navegador de forma nada complicada. Você pode bloquear todos eles, desativar apenas alguns ou ainda bloquear sua execução em páginas específicas. Aprenda tudo agora, aqui no Tecmundo.

Passo a passo

Acesse o menu da chave inglesa do Chrome e depois vá a “Opções”.

Na nova página, selecione o menu “Configurações avançadas” e depois clique em “Configuração de conteúdo”.

Seguindo adiante, role abaixo a tela que se abriu até encontrar a seção “Plug-ins”. Se desejar apenas bloquear a execução de todos os plugins, clique em “Bloquear todos”.

Se você quer bloquear a execução de qualquer plugin em páginas da web específicas, clique em “Gerenciar exceções”.

Lá, insira o endereço da página no campo “Padrão nome do host” e defina em “Comportamento” se você quer permitir ou bloquear a execução de plugins.

Voltando à seção de plugins, clique sobre “Desativar plug-ins individuais” para realizar a ação que dá nome a essa função.

Você encontra uma lista com todos os plugins instalados no computador e que tem acesso ao Chrome. Para bloqueá-los, basta clicar em “Desativar”. Se desejar colocá-los em funcionamento outra vez, clique em “Ativar”.

Ativando plugins na página

Quando você impede um site específico de executar plugins, é possível reverter a situação na própria página bloqueada. Se bloquear plugins do YouTube, por exemplo, ao acessar a página, basta clicar com o botão direito do mouse sobre o objeto e depois em “Executar este plug-in”.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO