Se você conhece a história de Mark Zuckerberg, deve saber que ele largou sua turma do programa de Ciência da Computação de Harvard em 2005 para se dedicar única e exclusivamente à criação de sua rede social. Claro, o executivo abandonou a possibilidade de obter um diploma, em troca de acumular cifras milionárias, mas aparentemente o certificado não vai mais ser um problema daqui a um tempo.

Em uma mensagem publicada no blog oficial de Harvard, foi mencionado que Zuckerberg vai receber um diploma honorário por conta de um discurso de abertura que será feito na formatura das turmas de 2017 da universidade.

“A liderança de Mark Zuckerberg alterou profundamente a natureza do engajamento social mundial. Poucas invenções nos tempos modernos podem rivalizar com o Facebook em termos de alcance e impacto na forma como as pessoas de todo o mundo interagem umas com as outras. Além disso, poucos podem bater de frente com Mark Zuckerberg em sua empreitada para mudar nosso mundo por meio da inovação e do uso da tecnologia, bem como o seu compromisso em melhorar a ciência, a educação e expandir as oportunidades por meio da filantropia”, escreveu Drew Faust, presidente de Harvard.

A liderança de Mark Zuckerberg alterou profundamente a natureza do engajamento social mundial

Vale mencionar que o criador do Facebook não é o único famoso do Vale do Silício a ter deixado a cadeira de uma faculdade em busca de algo maior, pois o mesmo também aconteceu com Steve Jobs e Bill Gates, fundadores da Apple e da Microsoft, respectivamente.