Como funciona uma arma de paintball? [ilustração]

O esporte está de volta aos holofotes e nós explicamos como é o funcionamento dos marcadores utilizados.

Infográfico - Como funciona uma arma de paintball? [ilustração]
clique na imagem para ampliar


Você já deve ter ouvido falar sobre paintball. Trata-se de um esporte em que equipes devem agir estrategicamente para eliminar adversários ou conquistar bandeiras que estão nas bases inimigas. Mas para isso eles contam com a ajuda de um marcador — este é o nome das armas responsáveis pelo disparo de cápsulas gelatinosas recheadas de tinta colorida.

E você imagina como funcionam esses marcadores? Nós fomos atrás de informações completas para você. Antes de começarmos, você consegue imaginar o que são: barril, carregador ou cano direcionador? Pois está na hora de descobrir tudo isso e muito mais.

A estrutura de um marcador

Antes de tudo, é preciso entender os motivos pelos quais as armas de paintball são chamadas de “marcadores”. A resposta é bastante óbvia e você já deve ter imaginado exatamente do que se trata. Não estamos falando de armamentos que utilizam munição perfurante, mas sim cápsulas gelatinosas que são recheadas de tinta. Essa munição não mata, mas marca. Por isso o nome.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

E como eles são por dentro? A estrutura é diferente da que existe em armas comuns, mas tem alguns princípios bem similares. Em vez de “pentes” ou tambores com munição bélica, existe um carregador na parte superior da pistola. Outro detalhe é a ausência de pólvora nas munições, por isso o estopim dos disparos deve ser oriundo do próprio marcador.

Isso acontece graças ao reservatório de gás existente nos marcadores. Há opções com gás carbônico (CO2) e ar comprimido (HPA), mas o funcionamento é o mesmo. As outras peças do sistema são mais parecidas com as presentes em armas de fogo. Há um gatilho para o controle dos disparos, molas para a movimentação das peças e canos direcionadores para que os tiros não saiam sem rumo.

Do gatilho ao alvo: como funciona?

Quem já atirou com um marcador de paintball deve saber que ele não possui nenhuma estrutura de ignição e também que não há pólvora na munição. Mas o funcionamento do sistema é relativamente simples — apesar de contar com uma grande quantidade de peças. A base de todo o sistema está no ar comprimido ou gás utilizado nos cilindros de propulsão.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Assim que o gatilho é pressionado, um sistema de molas é acionado para ativar a liberação do gás. Isso resulta em uma movimentação de altíssima velocidade em algumas alavancas, até que o processo chega à mola de propulsão. Isso será responsável por empurrar a cápsula de tinta na direção do cano do marcador. Quanto maior a pressão aplicada, mais potente será o disparo.

Quando uma cápsula é atirada, o carregador envia uma nova munição para o setor correto. Há marcadores com carregador eletrônico, que realiza o processo com mais rapidez e precisão, mas a maioria dos modelos utiliza versões gravitacionais. Isso quer dizer que é a gravidade que se encarrega de enviar as cápsulas para baixo — por isso sempre estão sobre as pistolas.

Como é a munição?

O paintball tem esse nome por causa das pequenas “bolas de tinta” que são utilizadas como munição para os marcadores. E essas bolinhas não são atiradas sem um invólucro, pois isso resultaria em tinta voando por todos os lados e sem qualquer direcionamento. Por essa razão são utilizadas cápsulas de gelatina, criadas com uma consistência específica para o esporte.

Elas precisam ser resistentes a ponto de não serem danificadas pelo disparo — ou seriam estouradas na própria arma. Ao mesmo tempo, devem ser capazes de serem estouradas ao atingirem um alvo, para que não causem dores na pessoa que for atingida. Há vários fabricantes de cápsulas que utilizam tinta biodegradável para causar menor impacto ambiental nos disparos.

.....

Viu como é simples entender o funcionamento de um arma de paintball? Na próxima vez em que for se divertir com seus amigos, você saberá explicar para todos eles quais são os segredos que estão por trás do funcionamento dos sistemas dos marcadores.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO