Como organizar sua biblioteca de músicas no computador

Programa ajuda você a uniformizar o volume e adicionar dados para suas mídias de forma simples.

A biblioteca de músicas é um dos itens mais comuns em quase todos os computadores. Ouvir algo enquanto se navega na internet ou durante a produção de algum trabalho ajuda a deixar qualquer atividade mais prazerosa. Por isso, é comum que o desktop armazene vários tipos de músicas que foram adquiridas por diferentes canais — iTunes, CDs, entre outros.

Muitos desses arquivos de mídia, no entanto, podem ser gravados no computador com volumes não uniformes, além de informações incompletas — como a falta de tags e da arte do álbum, por exemplo. Pensando nisso, alguns programas já foram criados para deixar sua biblioteca organizada sem que você tenha muito trabalho para isso.

Pré-requisito

MediaMonkey

Faça você mesmo


Depois de iniciar o MediaMonkey, vá ao tópico “Arquivo”, localizado no menu superior do programa, e escolha a opção “Adicionar ou atualizar arquivos à biblioteca”.


Em seguida, a janela “Adicionar/atualizar pastas” surgirá na tela. Nesse momento, você deve selecionar as pastas do seu computador nas quais estão as músicas de seu interesse. Clique em “OK” para finalizar o processo e copiar as mídias para o MediaMonkey.


Ao voltar para a interface principal do programa, selecione a pasta “Música”, localizada na barra lateral esquerda. Nesse momento, os arquivos de mídia copiados para o software irão aparecer na área central da janela. Note que algumas faixas possuem variações negativas na área de “Volume” — como -11,9 dB e -10,1 dB —, e são essas informações que deverão ser uniformizadas.


Selecione as músicas que você quer uniformizar o volume e clique com o botão direito do mouse. Nas opções que irão aparecer, escolha “Ajustar volume da faixa”.


O programa pedirá que você confirme a modificação, informando que tal ação será irreversível. Clique em “Sim” para prosseguir.


Automaticamente, o programa modificará o volume das músicas, deixando-as de uma forma mais equilibrada. Neste nosso exemplo, as faixas passaram de dB negativo para positivo — +0.1 dB e + 0.4 dB.

Procura automática de tags e artes


Primeiramente, é preciso, no mínimo, ter o nome do artista ou do álbum de um arquivo de mídia para que o MediaMonkey procure mais informações sobre a canção. E, para que o software faça essa busca, basta selecionar uma música ou álbum, clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção “Auto-tag a partir da Internet”.


Uma nova janela aparecerá na tela. Nela, estarão informações relevantes referentes ao arquivo, como data de lançamento, faixas presentes no álbum, artista responsável e a arte da capa. Escolha qual dessas informações você gostaria de acrescentar à sua mídia e clique em “Salvar tags”.


Antes que o processo seja realmente finalizado, opções serão apresentadas na tela para que você especifique melhor qual o destino desejado para a capa encontrada pelo programa. Entre as opções de “Local da imagem”, você pode decidir entre salvá-la na tag ou na pasta do arquivo, por exemplo. Ainda é possível adicionar uma descrição referente à imagem.


Depois disso, você poderá ver em seu computador que as informações escolhidas por você foram adicionadas ao álbum ou à música, deixando sua biblioteca ainda mais organizada.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO