A Nikon já tinha mostrado brevemente a sua KeyMission 360 para o público durante a CES 2016, mas, naquela oportunidade, a empresa revelou muito pouco sobre ela, dizendo apenas que seria uma câmera de ação capaz de filmar em 360° com resolução 4K. Foi o suficiente para impressionar muita gente, mas, agora, a companhia liberou mais especificações da 360 junto com duas outras câmeras da mesma linha, as KeyMission 170 e 80.

Cada uma delas têm um apelo diferente, sendo que a 360 é a top desta linha. Ela conta com dois sensores de 20 MP equipados com lentes grande angulares e abertura f2.0. Os vídeos em 360° são unidos direto na câmera, diferente do que a Samsung oferece na Gear 360, onde as imagens são “costuradas” em um app para smartphones.

Ela tem melhor qualidade de imagem e de cor, e o efeito da união das duas imagens é menos visível que no produto da Samsung

Segundo jornalistas estrangeiros que já tiveram a oportunidade de brincar um pouco com a KeyMission 360, ela tem melhor qualidade de imagem e de cor, e o efeito da união das duas imagens é menos visível que no produto da Samsung.

Ela também é resistente a quedas de até 2 m em concreto e à prova d´água para até 30 m de profundidade, certamente uma ótima opção para os aventureiros que querem usá-la no mar ou em rios. A marca ainda diz que ela funciona normalmente a temperaturas de negativas, com ao mínima sendo -10°C.

Uma GoPro da Nikon

A segunda câmera da empresa para o segmento é a KeyMission 170, que basicamente é uma concorrente direta das GoPro Hero4 e também das Hero5, anunciadas hoje de manhã. A grande diferença em design entre essas concorrentes é o fato de a 170 parecer mais emborrachada. Ela também tem um visor LCD na parte de trás, mas não há sensibilidade ao toque. Em vez disso, temos três botões de navegação.

O sensor tem 8,3 MP com lente grande angular de 170° e abertura f2.8. Apesar disso, ela é capaz de gravar em 4K normalmente. Como sua irmã 360, a KeyMission 170 também é resistente a quedas e água, mas para 2 m de altura e 10 m de profundidade.

Exótica

Por fim, a mais exótica das três é a KeyMission 80, que a fabricante espera ser usada de uma forma diferente. Ela seria mais uma câmera para filmar o dia a dia ou mesmo uma viagem, na qual você não necessariamente vai precisar de muita resistência ou vídeo gravado em lentes bem amplas.

A ideia é que o usuário pendure a KeyMission 80 do lado de fora na sua mochila e a utilize sempre que quiser gravar uma paisagem ou qualquer outra coisa espontânea. Ela também é resistente a água para 1 m e a quedas de até 1,5 m. Ou seja, é ideal para fazer um diário de viagem, por exemplo. Essa câmera tem dois sensores, um frontal de 12 MP, f2.0 e 80° em ângulo de visão. Na traseira, ela conta com um de 5 MP e f2.2. No mesmo lado, há uma tela sensível ao toque de 1,75’’.

Preço e disponibilidade

A Nikon está saindo alguns anos atrás das concorrentes na corrida das câmeras de ação, mas a empresa se certificou de que seus produtos são diferentes. No campo das filmadoras 360°, por exemplo, não há outra concorrente compacta melhor. As três KeyMission chegam ao mercado internacional em outubro, e não há datas específicas para o Brasil. Nos EUA, entretanto, a 360 vai sair por US$ 499 (~R$1,6 mil), a 170 ficará por US$ 399 (~R$ 1,3 mil) e a 80 por US$ 279 (~R$ 900).