Área 42: como produzir energia elétrica com limões [vídeo]

O Tecmundo mostra como é fácil usar um limão para obter pequenas quantidades de energia.

Como você pode perceber pelo título deste artigo, nós escolhemos o nome para nosso quadro de experiências: Área 42! Agradecemos a Guilherme Ribeiro Soares pela sugestão e parabéns, pois você foi o ganhador de uma camiseta do Tecmundo.

Depois de construirmos um pequeno foguete com palitos de fósforos e misturarmos Coca-Cola e Mentos, agora mostramos como é possível obter pequenas quantidades de energia utilizando principalmente limões. Continue a leitura e mate a sua curiosidade!

Pré-requisitos

A quantidade de limões depende do que você pretende acender. No nosso caso, temos um LED de 3 volts. A voltagem que cada limão gera varia. Enquanto alguns geram apenas 0,3 volts, outros podem passar de 1 volt. Logo, separamos seis limões amarelos e seis verdes (apenas a título de curiosidade para conferir as diferenças entre os dois tipos).

Qualquer fruta cítrica serve para esta experiência, mas o limão é melhor graças à sua alta acidez (não deixe de conferir a explicação para saber por que isso acontece). Outra alternativa é a batata, por isso, separamos três para efeito de curiosidade também.

Faça você mesmo

A fim de montar uma bateria com um limão, a primeira dica é apertar de leve a fruta e rolá-la um pouco sobre uma mesa, mas sem partir a casca. O intuito é conseguir um pouco de suco dentro da fruta, portanto, não o vaze.

Coloque o prego no limão sem que este atravesse a fruta, mantendo uma pequena parte dele para fora. Para colocar a moeda, você precisa fazer um pequeno buraco que irá comportá-la. Neste caso, use uma faca, sempre com cuidado para não se cortar. O prego e a moeda não podem se tocar.

Para a nossa experiência, utilizamos pregos e moedas, mas caso você use fios de zinco e/ou de cobre, enrole-os no dedo (três voltas devem ser suficientes) antes de colocá-los na fruta. Esse modo de preparação ajuda a obter mais energia da fruta. Coloque-os de maneira que não se toquem.

A estrutura básica da bateria está pronta. Então, com um multímetro, observe a voltagem obtida. Lembre-se de que o cobre é o metal positivo e o zinco, o negativo. Dificilmente um limão vai conseguir acender uma lâmpada pequena, então muito provavelmente você precisará preparar mais uma bateria.

Quando é utilizada mais de uma bateria, é necessário ligá-las em série. Então você deve conectar o prego (zinco) de uma à moeda (cobre) de outra com um fio, e por aí vai até completar o circuito. O prego e a moeda que sobram devem ser conectadas ao que se pretende ligar; no nosso caso; o LED.

Foi o que fizemos. Três limões amarelos geraram algo em torno de 3 volts, portanto, ligamos tudo em série e acendemos nosso LED. Fizemos o mesmo com três limões verdes, os quais geraram a mesma quantidade de energia e também acenderam a luz.

Alguns limões são mais ácidos que outros, por isso, conduzem eletricidade melhor. Logo, se você não conseguir acender o LED em um primeiro momento, experimente outros limões e outras frutas.

Testamos também uma batata, também bastante utilizada neste experimento. A quantidade de energia obtida foi a mesma dos limões, logo, três batatas também foram o suficiente para acender o LED.

A explicação

O que fizemos foi uma bateria voltaica, ou seja, que transforma energia química em energia elétrica, seguindo o mesmo princípio das baterias básicas. Os dois metais utilizados (cobre e zinco) são os eletrodos, ou seja, as partes pelas quais a corrente elétrica entra ou sai da bateria.

Tais eletrodos foram colocados em contato com o eletrólito, ou seja, uma solução capaz de conduzir eletricidade. A dissolução dos ácidos do limão na água contida naturalmente na própria fruta gera íons positivos e negativos, e estes são capazes de conduzir eletricidade em meio a um líquido. As frutas cítricas são boas para esta experiência porque têm ácido cítrico. Já a batata funciona graças ao ácido fosfórico que ela contém.

.....

Esperamos ter divertido você com mais uma simples experiência. Curta, faça a sua bateria caseira e relate-nos as suas descobertas nos comentários! Até nosso próximo vídeo.


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ


RELACIONADOS

REXPOSTA
COMENTÁRIOS
NOVAS
TOPO DA PÁGINAVER SITE COMPLETO