A Apple quer convencer seus consumidores de que a era dos produtos com fio já chegou ao fim. Parte dessa “revolução” promovida pela empresa, os AirPods são fones de ouvido Bluetooth que  trazem uma série de soluções inteligentes de design e uma integração completa com a assistente de voz Siri.

No entanto, nem tudo agradou durante nossa análise. Abaixo, você confere os 5 pontos que consideramos como suas principais qualidades e os 5 aspectos que acreditamos que podem melhorar em uma segunda geração do produto.

Vale notar que esses são somente alguns dos detalhes que mais chamaram a atenção no produto, não abrangendo todos os recursos oferecidos por ele. Para ter uma percepção mais completa sobre o acessório e descobrir tudo o que você precisa saber sobre ele, não deixe de conferir a análise completa feita pela equipe do TecMundo.

Prós

Totalmente sem fio

A Apple cumpriu sua promessa de entregar uma experiência completamente sem fios com o fone de ouvido. Seja para conectar as duas unidades a um smartphone ou para realizar suas recargas, a empresa conseguiu aplicar somente tecnologias que minimizam o uso de cabos.

Conexão simplificada

Usando o chip W1 como base, os AirPods mostram como as conexões Bluetooth deveriam funcionar em um mundo ideal. Basta abrir sua caixinha perto de um iPhone para que eles sejam detectados na hora e o processo de pareamento possa ser iniciado. O melhor de tudo é que você pode ligar os fones a diversos aparelhos sem que seja necessário esquecê-los para configurar uma nova conexão.

Funções inteligentes

Os novos fones saem de fábrica com funções bastante interessantes. Basta tirar uma unidade da orelha para interromper automaticamente qualquer música que esteja tocando — algo ótimo para você conseguir falar com pessoas que passam por seu caminho. Assim que a conversa acaba, basta colocar o aparelho novamente na orelha para retomar a reprodução do ponto onde ela havia parado.

Integração com a Siri

Bastam dois toques na lateral de uma unidade dos AirPods para acionar a assistente de voz Siri, o que permite realizar ações que vão do início de ligações telefônicas até a navegação pela internet. A presença de dois microfones de alta qualidade assegura uma boa interação com o software sem que você tenha que aumentar o volume de sua voz.

Bateria duradoura

Oferecendo 5 horas de uso contínuo, as baterias dos AirPods superam facilmente concorrentes como o Gear IconX da Samsung. Quando a carga começa a ficar baixa, basta deixar as unidades durante 15 minutos no case de transporte para obter 3 horas de uso adicional — algo que garante comodidade e impede que você fique sem acesso a suas músicas e seus podcasts.

Contras

Faltam controles

Falar com a Siri é legal, mas faltaram aos AirPods controles mais direcionados à reprodução de músicas. Não há como retroceder ou avançar faixas usando toques, opção que também falta para o ajuste do volume — por mais útil que a assistente de voz seja, ainda é mais prático tirar o smartphone do bolso para fazer essas tarefas do que depender dela.

Tamanho único

Caso você tenha uma orelha muito grande ou pequena demais para os padrões da Apple, se prepare para não ter uma experiência muito boa com os fones de ouvido. Eles não se encaixam bem em todas as pessoas, o que pode gerar desconforto ou quedas constantes depois de pouco tempo de uso.

Fácil de perder

A experiência totalmente wireless dos AirPods faz com que eles sejam objetos relativamente fáceis de perder. Caso você não os deixe no case de proteção, é muito fácil perder uma das unidades do fone — e não há nenhum sistema semelhante ao “Find My Phone” que possa facilitar sua busca.

Incompatível com Android

Caso você tenha um aparelho com o Android, é bom passar longe dos AirPods. Você até vai conseguir pareá-los e usá-los para reproduzir músicas, mas a maioria de suas características legais vão permanecer inacessíveis, a não ser que você decida utilizá-los junto a um gadget com o iOS instalado.

Valor proibitivo

O principal motivo que deve afastar muita gente dos AirPods é o preço proibitivo cobrado pela Apple no Brasil: R$ 1.399. O valor não somente é suficiente para você comprar um bom smartphone, mas também permite investir em um fone de ouvido de alta fidelidade ou outros itens mais interessantes.